RESPONDA-ME

 

Que vazio é esse que me consome
Nessas horas nulas que se esvaiam
Minha alma, no silêncio do meu ser, some
Cadê as alegrias que em meus olhos sobressaiam?
 
Que angústia é essa que em mim se manifesta
Escrava sou de uma vida que não escolhi
Minha tristeza em profundas rugas é expressa
Silenciadas foram minhas verdades, palavras engoli
 
Cansada estou de procurar meu caminho
Meus pés não encontram o chão, solidão
Sou eu um ser mergulhado na escuridão?
 
A amargura minhas asas cortou, sou pássaro sem ninho
Como libertar-me dessa dor que de mim se apossa?
Esperança morta. Ou talvez de ti possa ter uma resposta...

A Resposta do Poeta Miguel Jacó

OLHA O CHÃO

 

As respostas encontram-se em teu ser,
Nem me arrisco a descrever tuas vontades,
Sei de ti e o quanto podes crescer,
Não precisas do meu ser por caridade.
 
Olha o chão como fosse o teu altar,
Busca na terra a pureza que se abunda,
Não permita teu amor se exorcizar,
Incutida nos desejos que te inundam.
 
Tem a rampa que embala aos oprimidos,
É uma descida que se segue morro acima,
Quem pega gosto só para quando termina.
 
Em mim não tens o amparo que mate a dor,
Mas te apoio numa vontade que é legítima,
Somos arestas do que antes foi grande amor.

Minha Réplica

Por sua resposta uma luz se acendeu
Segura serei se nesse chão seus passos terei
Minhas mãos junto às suas; minha vida se resplandeceu
Em meu peito a dor, em suspiros, libertarei
 
As respostas que procuro não estão mim, mas em você
Se não tenho quem me encoraje, como posso crescer?
Suas palavras deslizando pelos meus poros, despertaram meu ser
Meus olhos não procuram o chão, mas seus olhos para desentristecer
 
Agora sei que essa busca não será mais dolorida
O amor que em mim latente se escondia, posso revelar
Pelos seus versos caminho por uma vida colorida
 
A resposta que teu coração derramou
É essência de vida que em mim renasce
Em teu peito descanso e meu coração pulsa, pulsa...

Resposta do Poeta Miguel Jacó

 

O meu peito é um zabumba,
Meu coração bate arrítmico em disparada,
Depois que tu fizestes tal declaração,
Que ficas forte se me ajunto na caminhada.
 
Parabéns Marcela pela sua contundente replica, sempre que interajo contigo, sou instrumento de grandes emoções, um grande abraço, MJ.​


Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados à Marcela Re Ribeiro - Reprodução Proibida

LIVROS DA AUTORA

​SIGA-ME

  • Facebook Classic
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Twitter Classic
  • c-youtube

© 2018 Todos os Direitos Reservados à Marcela Re Ribeiro