PENSAMENTOS

Penso no fim do amanhã
Em gritos silenciando a vida
O etéreo dilacerado em vísceras
Em um tempo preso em seus segundos
 
Penso na irracionalidade humana
No derramar da tirania, inveja e luxúria
Na pressa que consome o ser em fúria
Nas verdades engolidas em mentiras profanas

Penso nas brincadeiras de criança
Pega-pega, esconde-esconde, bolinha de gude
Esquecidas entre teclados, celulares, tablets
Na ajuda do vizinho que não mais mostra sua cara
 
Penso na distância estabelecida
Em falsos sorrisos estampando simpatia
Nos valores todos invertidos
A amizade uma palavra esquecida
 
Penso em quanto a VIDA está cansada
De fazer parte dessa pintura
Penso...


Copyright © 2013 - Todos os Direitos Reservados à Marcela Re Ribeiro - Reprodução Proibida

LIVROS DA AUTORA

​SIGA-ME

  • Facebook Classic
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Twitter Classic
  • c-youtube

© 2018 Todos os Direitos Reservados à Marcela Re Ribeiro