DESPREZADO SER... SOU

 

No rosto a marca do tempo

Cicatrizes das dores vividas

No peito as decepções sofridas

Na alma a busca por acalento

 

Saudades dos sorrisos de outrora

Agora, sobraram apenas lamentos

Nos olhos, lágrimas jorram em tormentos

Estrangulando o ser nos medos que o apavora

 

Oh! Se tudo tivesse sido diferente

Mas não há mais tempo para escolhas

Os passos cravaram sua história

 

Um último suspiro aguarda sua vez

Sufocado na garganta, solta-se

Timidamente ecoando um adeus...

 

Mas ninguém ouviu.


Copyright © 2014 - Todos os Direitos Reservados à Marcela Re Ribeiro - Reprodução Proibida

LIVROS DA AUTORA

​SIGA-ME

  • Facebook Classic
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social
  • Twitter Classic
  • c-youtube

© 2018 Todos os Direitos Reservados à Marcela Re Ribeiro